Seja bem-vindo ao portal: Amplitude News

NOTÍCIAS

Polícia Judiciária Civil de Juara prende acusado de dois homicídios nos meses de outubro e novembro desse ano

Além dos crimes em Juara o acusado praticou outros dois crimes de mesma natureza, em 2016, na cidade de Teotônio Vilela (AL)

Data: Segunda-feira, 22/11/2021 20:24
Fonte: Grupo Amplitude de Comunicação/Juara com informações da PJC

A Polícia Judiciária Civil de Juara deu cumprimento ao mandado de prisão contra o acusado de dois homicídios em Juara nos meses de outubro e novembro desse ano.

Uma das mortes foi registrada na data de 17 de outubro de 2021 onde a vítima Rosicleide da Rocha Silva foi assassinada em casa com aproximadamente dois disparos de arma de fogo, no bairro Porto Seguro, após atender um chamado no portão de casa.

A segunda vítima, Patrícia da Silva Maia foi assassinada também em casa no dia 13 de novembro de 2021, no bairro Jardim América, Patrícia ainda foi socorrida pela filha, porém veio a óbito no hospital.

Após vários dias de investigações, no dia 20 de novembro de 2021, investigadores da Polícia Judiciária Civil de Juara visualizaram o suspeito trafegando pela cidade, ao abordá-lo encontraram em sua posse um revólver calibre 38 Special, portado de forma ilegal por ele.

O maior imputável E. F. S., que vinha sendo investigado por integrar organização criminosa e ter praticado homicídios em Juara, ao ser submetido a interrogatório formal na presença de testemunhas e de uma câmera que o gravava confessou os crimes praticados em Juara com a mesma arma de fogo que portava.

Além desses homicídios praticados o mesmo confessou ter cometido outros dois crimes de mesma natureza, em 2016, na cidade de Teotônio Vilela (AL).

Ao citar os crimes cometidos, o acusado detalhou e passou informações de que os mandantes seriam integrantes de uma facção criminosa, e detalhou que no caso da vítima Rosicleide, o mandante teria sido Marcos Henrique Oliveira da Silva, vulgo "Bolívia", que foi morto em confronto com a Polícia Civil em Juara,  em 20 de outubro de 2021, durante o cumprimento do mandado de prisão que pendia em desfavor dele.

Além de preso por força do citado mandado judicial, o investigado capturado hoje também foi autuado em flagrante delito por porte ilegal de arma de fogo.

Segundo o delegado de Policia Judiciária Civil de Juara, doutor Carlos Henrique Engelmann, ambos os inquéritos policiais seguem o curso ordinário de apuração e irão ser dentro do prazo legal relatados à Justiça.